segunda-feira, 24 de março de 2008

O Amor nos Tempos de Cólera

Comecei a ler “O Amor nos Tempos de Cólera” sem saber que um filme com o mesmo nome estava a estrear… Já li alguma crítica ao filme, que parece ficar muito aquém da obra de Gabriel García Márquez. Percebo o motivo: é praticamente impossível transpor para cinema o fantástico mundo que este escritor consegue criar nas suas inúmeras páginas. Perde-se a ironia, a sensação de maravilhamento a cada cinco linhas, o humor, a viagem pelo inesperado….

Será um filme para depois alugar... Agora vou embrenhar-me no fantástico mundo de Gabriel García Marquez.

Há livros que prendem desde a primeira página. Foi o caso deste. Equiparável a "Cem Anos de Solidão".

1 comentário:

Sakuraa disse...

eu li o "Cem anos de solidão" com uns 20 e poucos anos...estava doente...quanto mais li...mais doente ficava...achei simplesmente horrível...já me lembrei de pegar nesse que estás a ler...mas depois lembrei-me da saga dos cem anos...uiii....tu lê lá e depois conta-me
:P